A patética tentativa da Globo em justificar seu golpismo em resposta ao The Guardian

Luíz Müller Blog

A resposta constrangedora do dono da Globo a um artigo no Guardian sobre o impeachment. Por Kiko Nogueir no Diário do Centro do Mundo

Captura-de-Tela-2016-04-23-às-10.51.30-600x507

Paulo Francis dizia que quem escreve cartas para jornais é doido. Francis provavelmente abriria uma exceção para João Roberto Marinho, que de doido não tem nada.

Eventualmente, de desesperado. Ou de alguém que não aprecia muito ser contrariado.

O dono da Globo é autor de uma resposta a um artigo de David Miranda no Guardian chamado “A razão real por que os inimigos de Dilma Rousseff querem seu impeachment”.

No subtítulo: “Corrupção é só um pretexto para os ricos e poderosos que falharam em derrotá-la nas eleições”.

Miranda lembra que “a maioria dos grandes grupos de mídia atuais – que aparentam ser respeitáveis para quem é de fora – apoiaram o golpe militar de 1964 que trouxe duas décadas de uma ditadura de direita e…

Ver o post original 498 mais palavras